9/21/2017

Leo Vieira: Ramificações

Blogueiros, os seus textos precisam evoluir. Pessoas de outras tribos querem lê-lo. Para isso, não fique apenas no blog. Passe para outras plataformas. O Twitter é uma ótima ferramenta simplificada, onde o seu público é diferenciado. Poste links dos seus textos e os convide para conhecer suas publicações e novidades. Outra vantagem do Twitter é que ele é mais refinado nas pesquisas, fazendo com que quem esteja procurando um tipo de conteúdo pode acabar chegando até o seu perfil de postagem. Por ser mais voltado para a imprensa, é de grande valor para blogs de perfil mais comunicativo e publicitário. Ele é perfeito para ferramenta mobile, tem ótima ferramenta de busca e a velocidade de informação é muito maior.
Outra ferramenta importante para o blogueiro é um canal de vídeo. Isso aumenta a variedade, demonstra atenção e interesse em diversificar; aumenta a visão da marca com o público, aumenta a interação com as outras mídias.
E por falar em interação, essa palavra é muito importante. Em todas essas plataformas, o blogueiro deve permanecer atento porque muitas oportunidades podem aparecer. Agora, mesmo criando mais meios de publicação, é importante não deixar nada parado. Mesmo que a periodicidade seja menor, nunca deixe abandonado um projeto. Isso conta muito no andamento de toda a marca.

Boa sorte nas postagens.

® Leo Vieira- Direitos Reservados

9/14/2017

Leo Vieira: Cativando Leitores

Como sempre ressalto em minhas postagens, na carreira de um escritor o ato de escrever deve ser um hábito. E para escrever bem é preciso ter um hábito  de leitura constante. Não podemos ter preguiça. Leiam de tudo. Jornais, revistas, matérias na internet, etc. Tenham também curiosidade em saber além do que estão lendo, como pesquisas paralelas, origens, e aprendam a
ligar uma coisa na outra. Com o tempo, vocês notarão que as coisas lidas farão mais sentido.
Para quem estuda, é importante saber sempre mais do que estão aprendendo. Assim o assunto vai fluir melhor e na hora de colocar em prática qualquer tipo de pesquisa, você não irá travar no projeto.
Já no caso de quem escreve blogs, é importante manter o seu público e sempre ter o foco de cativar os seus leitores, para assim mantê-los interessados em suas postagens.
Procure variar as temáticas, não focando somente no tema do blog. Nem tudo é só literatura.

Procure falar sobre mercado literário, marketing, jornalismo, comunicação, entretenimento e outras coisas que girem no assunto. E para isso, é necessário pesquisas e leituras. Assunto nunca faltará. Mas para isso é necessário manter o ciclo de pesquisas. Outro item importante para manter os leitores por perto é a interação. Não adianta manter um monte de blogs se você não tem tempo para respondê-los. Dedique um momento do dia para ler os comentários e atender o que o público precisa.

® Leo Vieira- Direitos Reservados

9/07/2017

Leo Vieira- Você Fechou Contrato Editorial??

Você escritor postou uma foto assinando um contrato com a 
legenda de que fechou contrato com uma editora. É um contrato 
editorial??
Se é, parabéns! Significa que a sua obra foi selecionada, 
avaliada e aprovada, pela sua qualidade literária e/ou bom apelo 
comercial. Significa também que a editora vai investir na 
produção e marketing do livro, além da distribuição de livrarias, 
acompanhar o ciclo de divulgação e prestar conta das vendas, 
fazendo-lhe os devidos repasses de direitos autorais.  
Só que na verdade, a editora que você fechou contrato é uma 
editora por demanda. 
Neste caso, significa que a sua obra foi selecionada como 
qualquer outra. Significa também que você irá pagar pela 
produção e impressão do lote. Editora por demanda não possui 
departamento de marketing (divulgação somente nas redes 
sociais) nem de vendas (somente pelo site). Dificilmente prestam 
contas das vendas e raramente pagam em dinheiro, convertendo 
como desconto para compra de novos livros.
Mas isso não é pejorativo. Os serviços de editora por demanda são perfeitos para quem está começando a trilhar no mercado literário. Porém, uma vez sabendo da diferença de cada uma, não é mais preciso omitir informação quando anunciar o seu próximo livro. 
Leo Vieira




 ® Leo Vieira- Direitos Reservados

8/31/2017

Cuidado com Certas Gafes Editoriais- Leo Vieira

A diferença de uma editora tradicional para uma editora por demanda é abismal. Por isso, o autor deve ser polido nos comentários sobre a sua obra para não cometer uma gafe gritante. 
Exemplos:
- Dizer que o seu livro foi selecionado (editora por demanda aprova qualquer livro);
- Mostrar foto assinando um contrato "editorial" (o que você assinou foi um contrato de prestação de serviços);
- Dizer que seu livro será vendido nas livrarias (livrarias vendem livros consignados. Você acha que editora por demanda vai  investir no lote que te fez pagar?) ;
- Dizer que seu livro será distribuído para livrarias de outros Estados (mesmo motivo acima. Distribuidora pede lotes de milhares de livros. Será que a editora por demanda vai pagar?);
- Dizer que seu livro será traduzido para outros idiomas (alguém 
já viu editora por demanda investir nisso?);
É claro que é um motivo de muita alegria um escritor terminar o livro e apresentá-lo pronto, mas tenha atenção para uma atitude soar como soberba, desnecessária e (neste caso) equivocada.

Leo Vieira

® Leo Vieira- Direitos Reservados

8/24/2017

Trabalho Autoral: Proteção, Profissionalismo, Respeito e Reconhecimento

Antes de tudo, vou listar a importância do registro de qualquer trabalho autoral:
– preserva a autenticidade de sua obra;
– impede que sua obra seja plagiada;
– impede que sua obra seja distorcida com acréscimos e/ou remoção de itens que
descaracterizem seu trabalho;
– impede que pessoas registrem o seu próprio trabalho e impeçam você de publicar a sua
própria criação;
– passa profissionalismo aos clientes, ao manter suas produções devidamente registradas,
organizadas e acessíveis;
Frases, composições musicais, partituras, textos, roteiros, contos, crônicas, poesias,
livros, logotipos, ilustrações, histórias em quadrinhos, personagens, etc. Tudo isso precisa
de registro antes e ser exposto na internet. Mas será que tudo que você publica ou pensa em
publicar precisa de registro? Isso é relativo.
Tenha o hábito de reunir e organizar suas criações e também o hábito de ir regularmente à
Biblioteca Nacional periodicamente. Nesse intervalo, vá reunindo o trabalho e assim leve o
material com a ficha de inscrição, as cópias dos documentos e o registro de depósito do
pagamento.

Para quem trabalha com ilustrações e quadrinhos:
O registro de desenhos, personagens e histórias em quadrinhos são distintos e
necessários.
Registro de desenho: é quando você desenhou uma paisagem ou personagem qualquer de sua autoria ou alheio. O que está registrado é apenas a ilustração.
Registro de personagem: é quando você registra o seu personagem em quatro ângulos (frente,
verso, perfil e semi-perfil), o chamado “model sheet”, junto com o nome, características de
personalidade e cores. O personagem e suas características estão protegidas e seus direitos
autorais reservados.
Registro de história em quadrinhos: é quando você registra a história apenas. O roteiro
não está garantido e nem mesmo os personagens utilizados. A história está protegida de ser
plagiada e exposta sem autorização do autor.
Se você registra uma história em quadrinhos achando que os personagens já estão protegidos,
você corre o risco e ser sabotado num registro alheio e ainda por cima, o oportunista pode te impedir de usar a história que consta o personagem registrado antes por ele.

Para mais informações, acesse o site a Biblioteca Nacional:
https://www.bn.gov.br/

Leo Vieira


® Leo Vieira- Direitos Reservados

8/17/2017

Fuja do Amadorismo (registre seus textos e artes)

Se você é escritor e tem muitos textos, poemas e livros inteiros, registre o material, mesmo que você não pretenda expor na internet. Se suas produções são desenhos e quadrinhos, faça o mesmo. Reúna o material e registre conforme a categoria (desenho, personagem ou história em quadrinhos). O material pode ficar impresso em um fichário ou então acessível em um blog ou site próprio. A quantidade de registros, assim como a organização lhe dará uma boa impressão de organização e compromisso com o trabalho autoral.

Leo Vieira

® Leo Vieira- Direitos Reservados

8/10/2017

Blog Te Faz Especialista- Leo Vieira

É muito importante o registro e compartilhamento e suas criações e produções. Isso o torna mais conhecido e requisitado pelos seus serviços também. Um confeiteiro que mantém um blog com seus quitutes e também receitas básicas, com dicas especiais sobre culinária, entre outras coisas. Tudo conta para o aprimoramento.
Um colecionador que mantém um blog com o seu acervo digitalizado também será constantemente visitado. Se ele anexar informações especiais referente ao conteúdo apresentado, ele será um notável na área. Imagine um blog sobre uma série de livros e junto também for apresentado postagens dos autores, dos ilustradores, das versões em outros países, dos leitores famosos entre outras coisas? O assunto rende.
Um blog te torna especialista porque too o assunto pode ser adicionado. Isso o torna especialista. Quase que um historiador. Há alguns anos um colecionador de bonecas se apresentou em vários programas e televisão com seu acervo, que também viajava para exposições em diversos eventos dentro e fora do país. O colecionador sabia a história de cada peça, o figurino, a época, entre muitas outras informações. A paixão pelas bonecas acabou o tornando muito culto porque o seu senso e pesquisa pelas peças o fizeram estudar cada vez mais.
Não tenha preguiça nem desdém pelo seu blog.

Leo Vieira


® Leo Vieira- Direitos Reservados

8/03/2017

Blog é Cartão de Visita- Leo Vieira

Não pense que é bobagem deixar um blog bonito e atualizado, mesmo que as visitas sejam poucas. Também não pense que se uma postagem teve poucas visitas que significa que nunca mais será acessada. Assim como no título, o blog funciona como uma casinha bonita e bem arrumada, que um dia pode receber visita. E se ela estiver bem ornamentada, o hospede ficará um bom
tempo e visitará muito mais. Quem não gosta e acessar um bom site e permanecer um bom tempo garimpando informações úteis? Assim também como um livro que não conseguimos largar. Visite também os vizinhos (blogs dos colegas) e se inspire (sem plagiar!) na decoração.

Leo Vieira


® Leo Vieira- Direitos Reservados